Entenda mais sobre o PIX - Como surgiu e como funciona

O lançamento de outro método de pagamento no Brasil iniciou uma transformação na forma como as pessoas gerenciam seu dinheiro.

Como surgiu o Pix?

O Pix foi criado pelo Banco Central. A proposta é oferecer um meio de pagamento disponível 24 horas, sete dias por semana, veloz, com liquidação ou transferências concluídas em 10 segundos e conveniente, com a experiência focada no usuário.

Quando começou a funcionar o Pix?

O Pix faz seu primeiro aniversário neste 16 de novembro. Em um ano, a rápida adesão dos brasileiros ao sistema de pagamentos instantâneos surpreendeu as instituições financeiras.

Em que governo surgiu o Pix?

Em outubro, mais de 500 bilhões de reais (cerca de US $ 92 bilhões) passaram pelo aplicativo – mais de 30 vezes mais transferências do que pela segunda plataforma de pagamento eletrônico mais usada. Apesar de Carlos Eduardo Brandt estrelar na lista, a ideia do Pix veio do presidente do BC, Roberto Campos Neto.

Qual o real motivo do Pix?

Ao elaborar o Pix, o Banco Central se preocupou em facilitar os pagamentos e proporcionar segurança, uma vez que diminui o uso de dinheiro físico.

Tem Pix nos Estados Unidos?

Os Estados Unidos, por sua vez, possuem um grande número de formatos de pagamento e instituições financeiras, o que deve ser reduzido com a chegada do FedNow, um “Pix” norte americano que será lançado nos próximos anos pelo Federal Reserve (FED).

Como é o Pix americano?

Mas desde 2017, os americanos têm à disposição dezenas de redes de pagamentos e repasses digitais. O mais famoso é o Zelle - semelhante ao Pix do Brasil - que funciona com transferências gratuitas e imediatas, após o cadastramento do telefone ou e-mail.